28 março 2012

O que está à Frente

todo passo a ser dado
já é passado
lá em alguma esfera
(tudo é outra era)
o futuro é o esquecimento do agora
(ah o homem
que não sente sentir a hora...)

cada segundo que vem
já foi
era
o que já havia se acontecido
antes de nos acontecer
que viver
é dar passos de um ponto
do começo do círculo
para passar a um ponto
do começo do círculo

a vida é uma hora
que sempre foi embora
e aquele que faz
é quem se sabe fugaz
na eternidade do instante:
o que há muito passou
é o que está mais adiante

olhei então para os montes
aqueles longínquos a frentes
enfrentando horizontens...

6 comentários:

Mirze Souza disse...

Lindo, Reiffer!

Os montes! Alguns spabios dizem: nunca tropeçarás nos montes, mas nas pequenas pedras.

Beijos

Mirze

Natália Campos disse...

O presente e o futuro já passaram. Por fim, o passado é sempre presente que um dia passará. Ciclo de horas. É o tempo! Muito bom, Reiffer! Sempre bom passar por aqui.

Um beijo, meu caro :)

Ira Buscacio disse...

No piscar dos olhos, um poema acorda.
Sempre mt bom!
bj

Richard disse...

Heil, Reiffer!

Um dos "blogs" que procurei quando refiz um outro, foi o seu, que desde a primeira vez admirei. Sempre um grande prazer para os sentidos excursionar pelas suas palavras.

Um abraço,

Aline Diedrich disse...

Brincou maravilhosamente com as palavras!

Nadine Granad disse...

E o que está à frente?!...

Tantas coisas!... Tanto tempo(s)(?)...

Sempre bom ler O FIM ;)


Beijos =)