05 junho 2011

E o Rio Uruguai aos poucos vai morrendo...

Hoje, dia 5 de junho, Dia do Meio Ambiente, não há nada a comemorar. Talvez devêssemos nos debruçar chorando sobre o nosso destino. Que os rios brasileiros, de forma geral, vão de mal a pior, todos sabem. Mas a  agonia do nosso querido (querido? não seria odiado?) rio Uruguai, símbolo da Fronteira-Oeste do RS, rio do pampa, sempre muito cantado por aqui, desperta em nós, gaúchos (ainda mais para os que vivem próximos ao rio), um sentimento de profunda tristeza. Quer dizer, não sei se essa tristeza é despertada em muita gente, a maioria com certeza não está nem aí, com rio nenhum aliás, e por isso mesmo os rios se encontram nesse catastrófico estado.

Foi realizado um estudo sobre os abusos e crimes contra a Bacia do Rio Uruguai, conforme notícia veiculada no jornal Correio do Povo de 30 de maio de 2011. O resultado foi assustador. As avaliações da água captada em  seis diferentes pontos mostram os seguintes resultados. Confira com atenção.

Nível de oxigênio: entre 3,9 mg/L e 4,66 mg/L. O NÍVEL MÍNIMO previsto pelo Conselho Nacional do Meio Ambiente é 6 mg/L.

Nível de fósforo: entre 0,173 mg/L a 0,352 mg/L. NÍVEL MÁXIMO PERMITIDO: 0,1 mg/L.

Nível de ferro: entre 12 mg/L a 54 mg/L. NÍVEL MÁXIMO PERMITIDO: 0,3 mg/L

Nível de cobre: entre 0,08 mg/L a 0,12 mg/L. NÍVEL MÁXIMO PERMITIDO: 0,009 mg/L.

Nível de alumínio: entre 16 mg/L a 116 mg/L. NÍVEL MÁXIMO PERMITIDO: 0,1 mg/L.

Nível de cromo: entre 0,01 mg/L a 0,74 mg/L. NÍVEL MÁXIMO PERMITIDO: 0,05 mg/L.

Vale lembrar que peixes contaminados por cromo tornam-se impróprios para o consumo. Aí estão os índices de poluição do rio Uruguai. Nada de mais, não é mesmo? Apenas um insignificante acidente de percurso dessa humanidade em seu progresso que não pode parar.

7 comentários:

Alberto Ritter Tusi disse...

Tristeza. O meu rio favorito, o Ibicuí, também anda muito mal tratado.

Isso sim é terrível, mais que Poe e Lovecraft.

Abraço, me aguardem aí pro frio de Julho.

C. disse...

Nao mesmo, infelizmente!
Interessante seu post, bem informativo.
Se têm pessoas que nao se incomodam nem em jogar lixo nas ruas, quem dirá com conservação de rio ... :<

Seja bem vindo, conterrâneo, sou do sul também!

Sonia disse...

É tudo muito triste mesmo, desanimador!
Imagem bonita...

Ira Buscacio disse...

Querido escritor,

Infelizmente, vozes como as nossas não fazem eco a essa grande surdez seletiva, mas vê-lo gritar tão sentidamente, ainda me faz ter esperança de ver os homens desobstruirem os ouvidos e colocarem as mãos na massa a favor do humano.
Que cada um faça o seu papel, que é preservar o homem e o seu templo, o lugar de viver.
Bj e boa semana

Katia Cristina disse...

Nesse país ninguém está interessado em nada além de encher os bolsos de dinheiro!

Lili Rebuá disse...

Parabéns pelo informativo ambiental... Nos conforta saber que nem todos compartilha com esse mal que nos tira a tranquilidade e paz de espírito... Salve o Dia do Meio Ambiente! Abraços!

Ligéia disse...

Triste... Vergonhoso. Os rios de São Paulo têm computadores, sofás, colchões, fogões, geladeiras, sacos de lixo, garrafas, enfim, tudo, menos peixes e água.