13 dezembro 2011

Glória ao Vinho!

Já escrevi aqui sobre Baudelaire e o Vinho, em seu louvor poético a essa bebida mais que bebida. Agora, além de deixar mais alguns trechos da obra Baudelairiana, deixo também trechos de outros autores, inclusive nacionais. 

Charles Baudelaire:

"Profundos prazeres do vinho, quem não os conhece? Quem quer que tenha tido um remorso a aplacar, uma lembrança a evocar, uma dor a esquecer, um castelo na Espanha a construir, todos enfim já o evocaram, deus misterioso escondido nas fibras da videira."

"Muitas pessoas dirão que sou indulgente. 'Você inocenta a embriaguez!' Isso dirão os imbecis ou hipócritas; imbecis, isto é, homens que não conhecem nem a natureza nem a humanidade, artistas que recusam os meios da arte, operários que blasfemam contra a mecânica - hipócritas, isto é, comilões reprimidos, impostores da sobriedade, que bebem sozinho e tem algum vício oculto. Um homem que só bebe água tem um segredo a esconder de seus semelhantes."


Mário Quintana:

"Por mais raro que seja, ou mais antigo,
Só um vinho é deveras excelente:
Aquele que tu bebes calmamente
Com o teu mais velho e silencioso amigo."


Louis Pasteur:

"O vinho não deve ser considerado uma bebida alcoólica: é um produto alimentício. O vinho é a mais sã e a mais pura das bebidas."


Sérgio da Costa Franco:

"Enquanto o vinho se aperfeiçoa, melhorando tipos e qualidades, embalagens e rótulos, o velho H²O se deteriora dia a dia, contaminado por toda a espécie de imundícies.


Paulo Mendes Campos:

"O homem bebe vinho como o poeta escreve seus versos, o compositor faz uma sonata, o místico sai arrebatado pela janela do claustro..."


Cruz e Sousa:

"Que os vossos olhos sombrios
Trazem raros amavios.

Que as vossas bocas, de um vinho
prelibam todo o carinho...


Oscar Bertholdo:

"A adega é um mosteiro
erguido ao lado do vinhedo,
há no vinho segredos
tão antigos quanto o amor."

E encerro com Baudelaire:

"Se a água de tua boca então
Aflora em teus dentes,
Bebo um vinho que me infunde
Amargura e calma." 



Diz o vinho ao poeta: "Nossa união criará a poesia."  Baudelaire


(Na imagem, o quadro "Intitulado III", de Fabian Perez)

4 comentários:

CARLA STOPA disse...

"Embriagai-vos..."Amei o post.

MIRZE disse...

Maravilhoso, Reiffer!

Vinho é muito bom mesmo. É a única bebida alcoólica que gosto. E sempre peço aos meus amigos e parentes que vão ao sul para trazer o vinho do Bento!

Beijos

Mirze

Vampira Dea disse...

O vinho sempre presente na história do homem, seja como doce alento que embriaga ou modificado para matar, bonitos trechos

Carla Ceres disse...

Olá, colega poeta e pisciano! Gostei do seu blog. Estou seguindo. Abraço!