20 junho 2011

de Números e de Cosmos

há sempre (o) um que é o último:
por mais infinitos que sejam os números
ninguém os conta para sempre...
há sempre (a) uma que é a última
por mais infinito que seja o cosmos
ninguém o percorre no seu todo...

mas se o cosmos é infinito
o que é afinal isso de ser?
se eu estou aqui
por que um outro não pode estar lá?
e por que um outro lá e não eu?
o que existe infinitamente
pode existir e ser como sem-limite
e tudo pode (deve) ser possível:
dizer “é infinito”
é sustentar que tudo existe
então por que não posso buscar
e não ser alcançado?
por que faço um pedido
que não me é dado?

mais ainda assim
há um momento em que não mais
há sempre um último
em tudo que é
(ou que não foi)
que pode ser o primeiro
de um outro outro
mais acima
ou mais abaixo
em que não acho...

mas (e) há uma indizível volta
após uma derradeira vinda...
quem dera este poema
ainda dissesse mais
mas ele aqui se finda

8 comentários:

Katrine disse...

Olá! Vim lhe avisar que te indiquei para receber um selo de premiação. Está no meu blog!


Uma ótima semana!

Meme Vergara disse...

poema infinito, para un cosmos infinito, me gusto mucho.

Besos.

MIRZE disse...

Maravilha, Reiffer!

Por isso que Fernando, o Pessoa, erguia mais infinito seu grito.

Beijos, poeta!

Mirze

Daniela Delias disse...

Muito lindo...bjão!

Lou Albergaria disse...

o tempo e o espaço são uma obsessão atroz.
Dizer-se infinito é o mesmo que não existir ou existir infinitamente...o que dá no mesmo, pois tudo que não tem fim carrega o próprio fim dentro dele, não é mesmo?

Só o encanto da poesia é eterno...

Beijos!!!

sempre bom vir aqui.

Anônimo disse...

Meu comentario aqui tem nada haver com essa postagem, DVD Infinitivamente Guiomar Novaes

O filme Infinitivamente Guiomar Novaes de Norma Bengell, e o livro Guiomar Novaes -
Uma arrebatadora historia de amor, de Maria Stella Orsini, não so preenchem uma lacuna
na historia da cultura brasileira, como tornam o nome de Guiomar Novaes mais conhecido
pelo povo que ela tanto amava.
Ao revelarem uma artista tão plena, as autoras buscam resgatar, das sombras do esquecimento
aquela que foi considerada uma das mais extraordinárias entre os maiores pianistas de todos
os tempo.
Não se pode escrever a historia da música no Brasil, sem lembrar o nome de Guiomar tão
exaltado no exterior, mas tão pouco reconhecido entre nós.
Durante 71 anos, numa longa carreira de sucessos, ela se destacou pelo estilo requintado
e por sua elegancia despretensiosa, favorecidos por uma tecnica magistralmente dominada
e pelo mais perfeito entendimento da linguagem musical. Tudo isso aliado a um imcomparavel
som cantante e uma ilimitada riqueza de efeitos de sonoridade que encantaram varias gerações
. Guiomar é uma pianista que surpreende pela originalidade criadora em suas interpretações.
Que o publico brasileiro deste milenio que se inicia redescubra esta artista maior e se
encante com o cantar de sua alma em seus dedos mágicos

part 1 > http://www.megaupload.com/?d=L4X3ISBN

part 2 > http://www.megaupload.com/?d=G0SSN069

part 3 > http://www.megaupload.com/?d=SWOS3EFN

part 4 > http://www.megaupload.com/?d=ETDA9IEP

part 5 > http://www.megaupload.com/?d=O7SLID7R

part 6 > http://www.megaupload.com/?d=U0BWOBYU

part 7 > http://www.megaupload.com/?d=8G2FN0XH

part 8 > http://www.megaupload.com/?d=87LLAZUP

part 9 > http://www.megaupload.com/?d=FISH4CTX

part 10 > http://www.megaupload.com/?d=2YF9J0QF

part 11 > http://www.megaupload.com/?d=H3CJE9LM

part 12 > http://www.megaupload.com/?d=KFOPV7JZ

part 13 > http://www.megaupload.com/?d=W6DQLF40

part 14 > http://www.megaupload.com/?d=S0UNJPR6

part 15 > http://www.megaupload.com/?d=FAXNM01C

part 16 > http://www.megaupload.com/?d=QLE9VNT4

part 17 > http://www.megaupload.com/?d=SN2VR9FY

Carla Diacov disse...

teu carinho com os temas e seleção de palavras...
aiaiai...


beijos.

Stephanie C. de Mello disse...

Incrível *-*
Eu acho que todo mundo faz esses tipos de pergunta.
O limite do finito, e o alcance do infinito sempre nos fazem pensar no que é e no que não é. Quando paramos para pensar, não conseguimos chegar a uma resposta. Esse "mistério" é quase que como a pergunta: "quem é Deus"?

Será que viajei demais?