21 janeiro 2011

Três Rápidas Considerações Meio-Poéticas IV

I

o coração
deve ser como um pano
que está sempre em valde:
absorver tudo
para depois torcer
dentro de um balde

II

chorar
é saber que se sabe
ou cedo
ou tarde

III

poeta
é quem nunca te desistes
e com um só arrependimento:
o de não ter escrito
ainda mais tristes

7 comentários:

Gisa disse...

Definições muito próprias querido amigo.
Um bj

Agnes Mirra disse...

Três demonstrações rápidas de genialidade! Parabéns Reiffer,cada dia melhor!!!!

Lara Amaral disse...

Nossa, demais, parabéns!

Beijo.

Sonhadora disse...

Meu querido

Como sempre genial...como sempre o poeta FALA.

Beijo
Sonhadora

Mirze Souza disse...

REIFFER!

Adorei o III!

Como sou uma esponja, vivo me torcendo....

Beijos, poeta!

Mirze

Batom e poesias disse...

A Lara sabe das coisas!
Bom demais.

Bj
Rossana

Vampira Dea disse...

O coração absorve, o poeta é triste...queria que fosse diferente.