14 setembro 2011

Não sei ser Prático

praticamente
não sei ser prático:
na vida prática
não há praticidade para mim
perdoem-me os práticos sensatos
mas eu me pratico  assim

nem só de prático
vive o homem
a vida é além
que feijão no prato
que catar como rato
as migalhas do chão
é, talvez eu seja errado
mas também nunca fui são...

pratico o não-prático.
que por onde pratica
o prático vê pratas
onde elas estão
já eu vejo pórticos
onde eles não hão...

a minha práxis
é não ser prático:
sou só labirintos de sós
sem solução

8 comentários:

Ju Fuzetto disse...

Tão verdade!

beijo

Zélia Viana Paim disse...

Maravilhoso!

Zélia Guardiano disse...

Magnífico, Reiffer, meu querido!
Você faz mágica com palavras e entrelinhas...
Abraço da
Zélia

Nadine Granad disse...

Uau!...

Adorei o jogo com as palavras e sempre adoro seus finais ;)


Beijos =)

Raissa Guilhon disse...

Blog interessante. Gostei dos escritos. Abraços e espero sua visita. :)

NVBallesteros disse...

Así es no solo de la practica vive el hombre....


Besos

Acqua Negrume disse...

passei meu olhar de lança por alguns textos.rs
é só ceifando a palavra que se extrai seu verdadeiro sumo, não?

in agradecimento pela lâmina no blogue

MIRZE disse...

Fantástico, Reiffer!

Magia pura em práticos versos.

Beijos

Mirze