09 maio 2011

Não Tens Certeza de Nada

tens certeza?
não, não tens certeza de nada.
ter certeza é a ilusão
da projeçao equivocada:
achar que o hoje é o amanhã
e que tu serás sempre
o mesmo de agora
é julgar que não muda o clima
ou que não passa a hora

amanhã serás outro:
e o teu outro eu
te dirá: menti!
pensarás o que não pensas
e o que hoje sentes
não estará mais em ti

amanhã negarás tranquilo
o que ontem disseste
comovido de certeza
amanhã viverás planos que não sabias
amanhã tua felicidade será tristeza

tens certeza?
não, não tens certeza de nada.
verás que o tempo
desmentirá tudo
e que viver é saber
com a alma enganada

nem a morte é certa:
que ela pode estar longe
ou pode ser já.
só é certeza
que o que tu és
sempre passará...

10 comentários:

LUZ disse...

Olá,
Li o seu poema, e concluindo, não há certezas.
Permita-me discordar, mas há algumas, poucas.
Os afectos, por exemplo, e não importa que tipo de afecto e por quem, são sempre uma certeza. O afecto, que uma mãe tem por seu filho, ou vice-versa.
Um dia o mundo será perfeito e tudo serão certezas (esta frase nada tem a ver com religião).
Abraços, com certeza.

Zélia Viana Paim disse...

É...

J.únin R.odriguez disse...

Deus! Primeira vez que venho ao seu Blog. E confesso que gostei muito da poesia.

Adorei o lance ousado das palavras, a forma como você joga a verdade: sem medo, sem camuflagens, com uma intensidade desvairada.

Muito bom!

xD

Weimar Donini disse...

É como fala o filósofo: o rio que acabas de banhar-te já não é o mesmo. Tu não és o mesmo. As águas mudaram. tu mudastes!

Camila Monteiro disse...

Nossa agora tive certeza que nao tenho certeza de nada!!!!

Lara Amaral disse...

Metamorfoses ambulantes, querendo ou não, somos.

Abraço!

Ligéia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ligéia disse...

Existiria a Certeza, se não existisse o Tempo.




(motivo da remoção: errei ao digitar.)

MIRZE disse...

A.Reiffer!

Não existe certeza, como não existe verdade absoluta.

Só existem duas certezas: a vida, porque nascemos, e a morte: porque sem dúvida morreremos.

O resto é passa-tempo!

EXCELENTE!

Beijos

Mirze

Katia Cristina disse...

Realmente nem tenho certeza se ainda estou viva.
bjs em crise