31 março 2010

"O Brasil Não é Um País Sério"


"Le Brésil n’est pas um pays sérieux"(O Brasil não é um país sério). Foi o ex-presidente da França, Charles de Gaulle, que afirmou tal verdade, nos anos 60. Sim, desgraçadamente, é uma verdade. Eu poderia dar mil e um motivos para isso. E estou certo que o leitor conheceria todos eles. Mas vou deixar apenas um exemplo, um vergonhoso exemplo.

Acessando um site de notícias, a excepcional manchete que me saltou aos olhos, com destaque, dizia algo de uma importância extrema... Dizia que a aluna que foi à aula com uma minissaia que permitia ver suas calcinhas (lembram dela?) vai agora lançar uma grife de vestidos "provocantes", aproveitando-se da polêmica e de todo o destaque dado pela mídia ao caso, com o objetivo de ganhar muito dinheiro.

Não lembro o nome da moça, e faço questão de não lembrar, nem vou me dar ao trabalho de procurar no google. Muito menos gostaria de estar falando sobre isso. Mas isso prova o que afirmou De Gaulle: O Brasil não é um país sério. Não é, não pode ser. Se fosse sério, não aconteceria aqui de uma moça que vai com uma minissaia à aula virar manchete nacional. E pior, ficando famosa com tamanho absurdo, aproveitando-se de todo seu destaque, lançar uma grife e, provavelmente, enriquecer por um dia ter mostrado as calcinhas na faculdade.

Aqui, enriquece-se por mostrar as calcinhas. Ou enriquece-se por ficar alguns meses trancado em uma casa de luxo transando e falando imbecilidades. E pior: enriquece-se, fica-se famoso, torna-se manchete em todos os jornais e vira-se herói ou heroína nacional. Não, o Brasil não é um país sério.

Agora, os verdadeiros heróis brasileiros, aqueles que produzem nas artes, nas ciências, na cultura em geral, na educação, os que defendem nosso meio-ambiente com unhas e dentes, esses não viram manchetes, não têm "ibope", não enriquecem, não ficam famosos, não são reconhecidos como aquilo que autenticamente são: heróis. E depois querem que eu não concordem com o de Gaulle? Querem que afirme uma patriotada idiota: sim, o Brasil é sério sim... Gostaria de dizer isso, mas os fatos me impedem. O povo me impede. Povo idiota, país idiota.

E, para completar, naquele site onde a manchete principal era sobre a grife "provocante" da moça que mostrou as calcinhas, lá, num canto, bem pequeno, dizia algo sem importância: "Brasil ainda é o país que mais desmata no mundo". Sim, isso não tem importância nenhuma, em um país que não é sério. O Brasil é uma piada.

25 comentários:

Ju Fuzetto disse...

Concordo em genero, número e grau!!

Ótimo post amigo, o Brasil é uma piada e não é nada engraçada!!

abraço, Feliz Páscoa

Descobrindo Um Novo Ser Lunático disse...

Definitivamente o Brasil não é um país sério e está muito longe de ser um.

O povo brasileiro gasta todo seu tempo fazendo tudo que não interessa e engorda.

Sim, engorda os cofres de muita gente sem cultura.

Bom, também o que dizer de um país que tem na presidência um cara que não dá importância ao estudo, a cultura e ao que realmente interessa? Se bem que a muito isso vem acontecendo então, a culpa não é de quem está na "liderança" e sim nessa cultura e visão degradante do nosso povo.

É... Somos heróis invisíveis, por isso viver de cultura é tão difícil no nosso país !!!

Ótima crítica, adorei !

Abraços
Leticia Duns.

Sandra Botelho disse...

Bom...
Não considero o Brasil um pais idiota.
Não se pode medir uma nação por acontecimentos isolados.
Algumas pessoas sim são idiotas.
Quanto a enriquecer por ficar preso dentro de uma casa, no proprio País do Charles de Gaulle. Tambem se enriquece desta forma, aliás em varios outros paises ditos serios.
Nos Estados Unidos e por toda a Europa tambem se enriquecem mostrando a calcinha ou os seios.E o pior( ou melhor) ninguem critica o país por isso.
Concordaria com você se dissesse que nossos politicos, (não todos) não são serios. A corrupção impera.
Mas tudo isso acontece por causa de leis ultrapassadas e de uma constituição que deveria ser revista.
São tantos fatores que fazem nosso Pais maravilhoso, mas infelizmente as pessoas sempre o veem pelo que ele tem de ruim.
Amo meu País , não sou uma patriota
não saio batendo lata pelas ruas, mas tento fazer minha parte, Tambem não fico condenando uma nação por atos de pessoas que não valorizam a responsabilidade que lhes foi atribuida.
Se estão lá é porque foram colocados pelas mãos do povo. O mesmo povo que não tem escolas suficientes e nem instrução para eleger um bom governante. Mas será que eles são culpados por isso?
É tão complexo esse assunto.
Bom finalizando:
Acho nosso Pais um Pais serio sim.
Estamos ainda engatinhando rumo a um futuro melhor, mas para quem era um pais endividado, emprestar dinheiro a uma potencia como os Estados Unidos, já é um grande feito não acha?
Bjos no coração!

Milton Ribeiro disse...

Amigo, estou com mil compromissos atrasados e um deles é o de comprar teu livro. Mas tive de vir aqui a fim de elogiar teu elogio a Brahms, o qual muito me emocionou. Na verdade, os 3 comporsitores que levaria para a ilha deserta seriam Bach, Brahms e Bartók. Hoje, inclusive, num texto sobre literatura, lembrei de ti ao fazer uma analogia sobre a forma completa com que Bach e Brahms utilizam e mostravam cada faceta de seus temas.

Abraço.

(Desculpe, estou atrasado novamente. Confesso não ter lido o post, mas que não somos um país sério, isso não somos MESMO!!!)

Milton Ribeiro disse...

Acabei lendo o post claro. Quer lembrar o nome da moça? Serve isso aqui:

http://miltonribeiro.opsblog.org/2009/11/09/o-caso-geisy-arruda-ou-o-taliban-da-uniban/

E mais isso:

http://miltonribeiro.opsblog.org/2009/11/13/eu-so-sei-que-nada-sei/

Não, não perca teu tempo lendo. São posts perecíveis...

http://ivonefs.blogspot.com disse...

o brasileiro tem preguiça mental
culpa o governo, as autoridades e fenece na dependência... dependência do que lhe é imposto... do que vira "moda".. tipo essa bestialidade bbb e fatos como esse citado no texto.
que falta de cultura! pqp

vão estudar , porra!

vamos criar um movimento a favor do movimento???!!!

a estagnação só pode apodrecer...

A. Reiffer disse...

Sandra, agradeço o comentário. Com relação a ele, digo o seguinte: o Brasil não é sério, e não é o único país a não sê-lo. Os EUA também não é sério, é um povo de cultura superficial, cega e megalomaníca a meu ver. Os europeus no geral também tem suas mediocridades e enriqueceram, em parte, explorando outros povos, e já falei sobre isso aqui no blog. Mas a verdade é que eles vivem bem melhor que os brasileiros. Eu não quero analisar outros países, quero analisar o nosso, e o que vejo é que, para mim, o Brasil, o seu povo, na maioria, não é sério. Não é porque se contenta com a mediocridade, porque não reage contra ela. Na França, por exemplo, quando o governo aumenta impostos, os trabalhadores entram em greve e protestam até que tudo seja solucionado. Já os brasileiros dão uma reclamadinha, mas acabam aceitando e se "consolando" com as baboseiras de sempre, como big brother e cia. O incentivo à cultura aqui é tão vergonhoso, que a Argentina, pobre como nós, tem muito mais livrarias. O brasileiro lê, em média, um livro por ano. Na Alemanha, lê-se 3 por mês. E o povo não tá nem ai. Olha o que fazem com nossos professores... Os nossos escritores são ridicularizados pelos alunos nos colégios. E por aí vai... Será que peciso dizer mais? Não pode ser sério um país assim...

Sandra Botelho disse...

Bom, nesse sentido sou obrigada a concordar com você. Somos mesmo acomodados a um sistema mediocre. Bjos no coração

Murilo Fernandes disse...

Amei quando escreveu sobre as pessoas que lutam contra os maus que atingem o meio ambiente e não são reconhecidos!
eu estou cursando Tecnico de meio ambiente e um dia estavamos falando sobre a má publicidade que é feita na midia quando o assunto é meio ambiente!
não só na TV mas no geral mesmo!
esses dias eu estava vendo televisão e algo que me chamou a atenção... já notou as propagandas de cerveja ?! são todas bem feitas,perfeitas pra realmente chamar atenção de quem vê e passa direto! e as propaganda do meio ambiente,pra cuidar do meio abiente?! eu nao tenho nem uma em mente pra citar pq acho q nunk vi uma que me chamace a atenção!
ou seja...a midia valoriza coisas inuteis e sem valores e escondem a realidade!
de certa forma,quando ouve esse caso do vestido curto da aluna,achei ridiculo por que fizeram aquela divulgação toda pela roupa da garota e não fazem divulgação quando estão desmatando,fazendo queimadas,poluindo,isso eles nao mostram e agem como se fosse algo normal
bem falei de mais,fiz quase uma postagem aqui hauhauahu
mas eu gostei mesmo do que vc escreveu,realmente bem forte!

nina disse...

que texto excelente!

parabéns pelo blog :) tudo fantástico por aqui!

*Adriana disse...

Alessandro,

Hoje seu texto foi um grande desabafo.
Eu complemento que para mim os verdadeiros heróis, são aqueles que madrugam, pegam transporte público, trabalham o dia todo, comem mal e no final do mês, salário de R$ 510,00.
Podemos mudar isso? Talvez com nosso voto, acompanhando os passos de nossos representantes, talvez....

Helena Castelli disse...

Brasil... meu Brasil brasileiro...

Com todos os problemas... aqui ainda é o melhor lugar para se viver...

Deixo-te a ternura de um abraço.
Helena

Elke di Barros disse...

Em primeiro lugar, essa frase não foi dita por Charles de Gaule, e sim por um embaixador brasileiro que prestava serviços na França, a respeito da Guerra das Lagostas.

E quanto a seriedade, vamos lá...
Quem teria um governo sério ?

A Itália e seu bunga-bunga Berlusconi, pedófilo, que paga prostitutas menores de idade com dinheiro público ? Sarkozy que teve a campanha fianciada com dinheiro da Loreal, ou os EUA que matam, invadem e destroem países depois de ter financiado ditaduras e estas não mais lhes servir ? Interessante são os brasileiros repetirem a frase com orgulho e impáfia. Percam o ranço de matilha vira-lata brasileiros, isso não faz bem ao nosso país, isso depoem contra vcs mesmos.

Blog do Marcola Boqueirão disse...

Só hoje tomei conhecimento do seu blog, não desmereço seus comentários, bem como os dos demais, mais meu posicionamento longe da idéia de me “tornar o dono da verdade” julgo necessário, voltarmos no tempo, para poder entender melhor o que ocorreu em nosso passado e permanece até os dias atuais.
Voltemos á época da Proclamação da República, onde desde 1889 as elites deste país, se proclamaram e resguardaram para si mesmas, os privilégios que ainda hoje auferem e estes estão ligados ao poder político e econômico, cujas práticas desde então, pouco mudaram.
Uma delas é manter o povo, quando não alienado, manipulado pela propaganda política, uma das quais, hoje já não cola é afirmar que o Brasil é o País do Futuro.
Num dia destes li uma reportagem que afirmava que o povo brasileiro é analfabeto, ignorante e aproveitador.
Em que pese a infeliz existência que parte da sociedade realmente merece tal conceito, inclusive aquele citado por outro comentarista, que o brasileiro é acomodado, mais é preciso salientar que a outra parte, aquela que prioriza a ética e a moral, tiram vantagens das oportunidades, sem avançar no direito dos outros, então, o conceito correto é atribuir á mesma, algo que este povo tem sobra: “A CRIATIVIDADE”.
Aliás, é preciso ser muito criativo para viver diante de tantas mazelas e necessidades, mais se considerarmos que alem das elites, sem generalizar, a própria classe média em nossos dias, vem priorizando o individualismo de forma exacerbada.
E o que dizer dos modismos, da inversão de valores, taxando as tradições como algo retrograda.
Com certeza se comprova em nossos dias, que grosso modo, a sociedade vem trocando o TER pelo SER, aqui explicitadas, certo?
Um assunto que certamente preocupa a sociedade como um todo, diz respeito á violência em todas as suas formas e á marginalidade.
Sem negá-la obviamente é de se perguntar: “Não seria ela, exatamente o fruto de tal individualismo”?
Ele que alimenta a divisão das classes sociais, especialmente as menos privilegiadas, ficando claro, que as pessoas que compõe este grande universo, não podem ser consideradas as promotoras de tanta violência e marginalidade, como muitos á elas atribuem.
Quantos de nós, sem condições econômicas, conseguimos com esforço, estudo e trabalho, conquistar nossos objetivos e obviamente para tanto também usamos a nossa criatividade.
Se o povo brasileiro é analfabeto e ignorante é exatamente pela falta de investimento em educação, saúde, saneamento básico, infra-estrutura, onde todos sabem, que verbas á isto destinadas são desviadas e pergunto: POR QUEM?
Aí dizem que o povo brasileiro não sabe votar, por isso tem o político que merece.
Vamos admitir que isto seja uma parte da verdade, destacando á população analfabeta e ignorante, esta que acredita em promessas de campanha que jamais serão cumpridas ou quando cumpridas, não percebe que elas não são favores e sim direitos.
Mais pergunto: Não seria também ignorante a outra parte esclarecida que se deixa manipular por outro meio, ou seja:
Em cada eleição, políticos do partido A, desmerecem e desclassificam os do partido B, onde ambos estão interessados simplesmente em conquistar ou se manter no poder e não podemos esquecer que fazem isto para atender seus próprios interesses ou dos poderosos que os financiam. Isto é novidade?
Este meio é na verdade uma estratégia, senão outra do que DIVIDIR PARA CONQUISTAR, portanto a sociedade dita esclarecida vem á longos anos entrando nesta jogada, ou estou errado?
Há muito mais á ser acrescentado, mais deixo para outra oportunidade.

eakikinoisistressamasexpressa disse...

Parabéns pelo comentário!
São poucos os que cá habitam e cá nasceram que ainda possuem um senso de brasilidade. A grande maioria virou mero gado, nesta Tiriricolândia. Que pasta, pasta, pasta e pasta. Nada mais.....

Alex disse...

Para mim, a questão da não seriedade deve ser vista por essa ótica: "O Brasil é um pais de muita gente não séria, onde a maioria das pessoas sérias, dormem."

Aposentado Indignado disse...

Como já dizia o General Charles De Gaulle lá nos anos 60, o "brasil" não é um pais sério!... Hoje constatamos a veracidade da fria declaração, onde dentre inúmeros casos de descasos para com o seu povo, os nossos "Governantes" assumem tal posição somente para se locupletar e defender seus próprios interesses como; aumentar seus salários ao BELPRAZER sem contestação alguma, sem falar da bendita corrupção que é de conhecimento de todos os brasileiros através da mídia o que nos deixa bastante indignados. Mas quando é para reajustar o salário daquele que carregou o país nas costas durante mais de 30 anos, contribuindo para ter um padrão de vida digno,hoje se vê à beira da miserabilidade econômica.Isto, mesmo os especialistas afirmando que existe a possibilidade de um AUMENTO REAL:--- O governo fez o aposentado entender que tudo o que foi feito no SENADO FEDERAL, liderado pelo senador Paulo Paim do próprio PT, não passou de uma ENCENAÇÃO TEATRAL,que me perdoe o senador,sei que a sua luta vem de muitos anos,desde quando deputado federal, mas o PT mais uma vez decepcionou. Isto me faz crer que o brasil não é um pais sério, porque não respeita seus "cidadãos" e isto é uma vergonha! porque o país não é pobre e nem está endividado, falta sensibilidade! e VERGONHA diante de tanta covardia !

Anônimo disse...

Conhecemos dezenas, talvez centenas de nomes de artistas americanos, do cinema e da música, mas não somos capazes de mencionar o de nenhum cientista daquele país. Parece que eles também não divulgam. Mas não significa que eles não dão valor à ciência.

Anônimo disse...

falou tudo

Alexandre Martins disse...

"Le Brésil n’est pas um pays sérieux"(O Brasil não é um país sério). Foi o ex-presidente da França, Charles de Gaulle, que afirmou tal verdade, nos anos 60. Sim, desgraçadamente, é uma verdade. Eu poderia dar mil e um motivos para isso. E estou certo que o leitor conheceria todos eles. Mas vou deixar apenas um exemplo, um vergonhoso exemplo.
1- TIRIRICA NO CONGRESSO NACIONAL... DEPUTADO FEDERAL...
2- EM SÃOLUIS/MA HOJE FORAMPRESOS FUNCIONÁRIOS... QUE TENTAVAM EXTORQUIR R$500.000,00 DE UMA PESSOA PARA REVERTER O QUADRO DE UM JULGAMENTO DE UM PROCESSO SEU... NO TRIBUNAL DE JUSTIÇA.
3- Mesmo com protesto do senador goiano, fim do 14º e 15º salário no Congresso é aprovado


"Esse valor está há oito anos sem correção! E quando tem correção, a sociedade grita! Eu não vivo de salário de senador, mas tenho pena daqueles que são obrigados a viver com R$ 19 mil líquidos"

Senador: Cyro Miranda (PSDB-GO)

BRASÍLIA. Mesmo com o tradicional chororô e com as ironias dos que continuaram

reclamando que senador ganha pouco, a Comissão de Assuntos Econômicos do Senado (CAE) aprovou ontem, por unanimidade, projeto de decreto legislativo que acaba com a farra dos salários extras dos parlamentares, os chamados 14, e 15, salários, sobre os quais eles não pagam Imposto de Renda. Para não pagar o preço da execração pública, alguns senadores votaram a favor à força e não esconderam a revolta...
NÃO PODE SER MESMO SÉRIO...

Alexandre Martins disse...

Mesmo com protesto do senador goiano, fim do 14º e 15º salário no Congresso é aprovado


"Esse valor está há oito anos sem correção! E quando tem correção, a sociedade grita! Eu não vivo de salário de senador, mas tenho pena daqueles que são obrigados a viver com R$ 19 mil líquidos"

Senador: Cyro Miranda (PSDB-GO)

BRASÍLIA. Mesmo com o tradicional chororô e com as ironias dos que continuaram

reclamando que senador ganha pouco, a Comissão de Assuntos Econômicos do Senado (CAE) aprovou ontem, por unanimidade, projeto de decreto legislativo que acaba com a farra dos salários extras dos parlamentares, os chamados 14, e 15, salários, sobre os quais eles não pagam Imposto de Renda. Para não pagar o preço da execração pública, alguns senadores votaram a favor à força e não esconderam a revolta...
1- TIRIRICA DEPUTADO FEDERAL... PIADA...
2- Mesmo com protesto do senador goiano, fim do 14º e 15º salário no Congresso é aprovado


"Esse valor está há oito anos sem correção! E quando tem correção, a sociedade grita! Eu não vivo de salário de senador, mas tenho pena daqueles que são obrigados a viver com R$ 19 mil líquidos"

Senador: Cyro Miranda (PSDB-GO)

BRASÍLIA. Mesmo com o tradicional chororô e com as ironias dos que continuaram

reclamando que senador ganha pouco, a Comissão de Assuntos Econômicos do Senado (CAE) aprovou ontem, por unanimidade, projeto de decreto legislativo que acaba com a farra dos salários extras dos parlamentares, os chamados 14, e 15, salários, sobre os quais eles não pagam Imposto de Renda. Para não pagar o preço da execração pública, alguns senadores votaram a favor à força e não esconderam a revolta...
3- aSSESSORES DO tribunal de justiça em são luis do maranhão foram presos hoje por serem acusados de tentar EXTORQUIR um valor em torno de R$500.000,00 para reverter o julgamento de um processo....
nãopode ser sério....

Anônimo disse...

Depois da eleição do Tiririca, não há defesa. Não é um país sério mesmo. Tenho orgulho de ser brasileiro, mas tenho vergonha da classe política desse país.
É o país que mais entende de sustentabilidade no planeta, pois sustentamos centenas de políticos vagabundos.

Max Brenner disse...

Sad,but true.

Anônimo disse...

Enquanto o voto for obrigatório.............vai continuar acontecendo isso

Anônimo disse...

O Brasil, não é um pais sério e pronto acabou, porque não tem um povo sério.