03 janeiro 2018

Trombeta

a céu que não descia
pairava um mas
aquém do verde negro
loucura em vão
um álcool lento a lento
do que mais fiz
um vento em som de adeus
do que não vou
caída aquela estrela
quando me vi
desejo insana a vida
fracasso e luz
sangrar venena a rosa
tristeza o sim
a noite sinto em ser
o que não sou

Nenhum comentário: