22 janeiro 2013

Minha Nota de Deboche e de Repúdio à CPI que atribui crime de responsabilidade à Administração Municipal de Santiago

O blog O Boqueirão publicou (confira aqui) o resumo do relatório da CPI que, de acordo com as próprias palavras do mencionado blog :

"(...) Após as análises dos depoimentos prestados a esta Comissão, bem como da documentação levantada no decorrer dos trabalhos e das demais audiências realizadas, ficaram demonstradas pelo Poder Público Municipal a inobservância de princípios administrativos como o da impessoalidade, moralidade, legalidade, eficiência  e publicidade, em decorrência de supostas irregularidades em relação à utilização de recursos públicos  nas contratações de sonorizações e estruturas para festas , no período apurado de 2011 e 1º semestre de 2012. EM TESE, constata-se a formação de  cartel com o objetivo de fraudar a livre concorrência.(...)

Diante dos fatos apresentados, devidamente comprovados, não tem como não atribuir responsabilidade ao Administrador Municipal  de Santiago, por Crime de Improbidade Administrativa. (...)

SOLICITO ENVIO DE CÓPIAS: Ao Ministério Público Estadual, ao Ministério Público de Contas, ao TCE RS e ao Sr. Prefeito Municipal." (...)

Quanto ao fato, tenho a declarar:

Estou absolutamente convicto de que tudo não passa de uma mentira deslavada, invenções de mentes contaminadas pelas fantasias sem pé nem cabeça da raça triste dos poetas que infectam nossa terra glorificada pela valentia dos coronéis.  É tudo um grande teatro armado com o nefasto propósito de atacar covardemente um partido exemplar, qual seja, o PP, Partido do Povo, o qual sempre mandou com inflexível e límpida mão de ferro sobre o nosso pampa próspero e impoluto, jamais permitindo a procriação da cafajestada deselitizada.

Nós os santiaguenses, somos, com algumas raras exceções não dignas de nota, pessoas ilibadas e de reputação inatacável, irrepreensíveis e incansáveis trabalhadores, principalmente os senhores varões da política, homens-mártires que sacrificam suas vidas em prol do progresso de nosso município e do bem-estar geral de nossa população, recebendo para tanto um ridículo salário de miséria, comparável ao de um professor ou ao de um policial.  Aqui somente, e tão somente, vivem homens que honram cada um dos fios do bigode que ostentam majestosos sobre suas bocas prenhes de verdades e de sabedoria. E mesmo que não tenham bigode, dá no mesmo, todos sabem. 

Agora falam em favorecimento para esta ou aquela empresa. Como é possível tamanho disparate? Desde quando aqui em Santiago há algum tipo de favorecimento, seja público, seja privado? Só o que falta agora é afirmarem descaradamente que aqui, em Santiago do Boqueirão, celeiro dos mais dignos senhores e senhoras da sagrada América do Sul, há apadrinhamentos. Então, definitivamente, chegaríamos ao cúmulo dos cúmulos, e não duvido  de que ciumentos e invejosos, inimigos da paz pública, venham sussurrar nos ouvidos do povo as famosas ladainhas caluniosas de que existem certos favorecimentos suavemente antiéticos em determinadas empresas, hospitais, impressa, escolas e até em festas. Isso sim, seria inaceitável.

É por essas e outras que venho deixar minha nota de repúdio a essa CPI impertinente e contrária ao desenvolvimento de nossa comunidade, CPI que é o símbolo do atraso dos que, por egoísmo, não se importam com a continuidade, mas desejam mudanças desnecessárias e incômodas para o povo, desejando, decerto, que nós, os santiaguenses muito bem descansados em nossa zona de segurança, deixemos de lado nossa paz tão duramente adquirida para ir fazer passeatas nas ruas.

Essa CPI merece ser queimada sim, em forno de pizzaria. O meu pedaço, por favor, peço de lombinho de leitão que mama deitado.

E tenho dito.


2 comentários:

Vários Editores disse...


Prezado Reiffer, esta análise sobre a 'incômoda' CPI terrunha é digna de ser assinada também por um certo professor Hariovalde Almeida Prado (aliás, postei um artigo dele contra a homenagem prestada pela Faculdade de Direito da USP ao ministro Lewandowski, postada no meu blog pessoal). Essa é, com certeza, uma versão guasca - primorosa - dos 'criativos' textos do famoso e erudito ultra-reacionário paulista. Parabéns!
Com tua vênia, vou repostá-la em O Boqueirão Online.
Grande abraço!
Júlio Garcia

Weimar Donini disse...

Reiffer, a fina ironia costuma ser utilizada com sucesso pelo blog do Professor Hariovaldo de Almeida Prado.
Abraços.