06 janeiro 2013

a Brahms e seu Trio Opus 8


se Borges
se dizia
indigno de ti
o que me resta
neste fim de festa?

resta-me
o que me revelas:
um só dos teus trios
é revelação
mais elevada
em essência
que um triplo de Bíblias
ou uma trilogia de Kant
elevadas
à 3ª potência

por isso
não verbo
não verso
não canto
não conto
não trago
me quedo
e me vago
ao largo
largo
minhas sinas
ao mar
e calo
diante
do vasto
maior
de amor
que me ensinas

(Poema reelaborado e republicado)

2 comentários:

Janice Adja disse...

Adorei o jogo de palavras Muito bom.
Beijos!!

Lu Guedes disse...

Que ritmo interessante para ser saboreado. Eu tenho essa questão de ritmo, poesia pra mim é quase música. Leio sempre duas ou três vezes para descobrir o caminhar que se adequa aos pés. rs
Fiquei aqui pensando no não versar, não sentir, não ir, não ficar. Fiquei com sensações minhas e pensando na próxima edição da revista plural - não sei se conheces, mas é um espaço para publicações literárias. Se aceitares o convite, seria muito agradável para os olhos de quem lê...

Meu e-mail: meninanosotao@gmail.com

bacio

Ps. O espaço na revista é para seis poesias, mais a biografia do poeta.