18 outubro 2012

O Professor Eugênio Gastaldo

O professor Eugênio Ebling Gastaldo, falecido ontem, foi um exemplo. Exemplo de como ser um grande professor e um grande homem sem a necessidade de titulações acadêmicas de araque. O professor Eugênio, incontestavelmente, um dos mais importantes e melhores professores de Língua Portuguesa da região, senão o melhor,  não possuía o título de doutor. E mesmo sua titulação de mestre foi obtida quando sua carreira já estava absolutamente consolidada. Sem ostentar títulos de mestrado e doutorado, o professor Eugênio impressionou a todos que o conheceram pelo seu autêntico e incomparável conhecimento de nossa língua, pela sua brilhante erudição e pela sua intensa didática de ensino sem "decorebas", de contagiante naturalidade e amor pela missão de ensinar. Com o professor Eugênio, se aprendia ou se aprendia. E com o prazer de aprender. Fui testemunha de sua  sabedoria em duas oportunidades, durante o Ensino Médio na escola Cristóvão Pereira e durante o curso de Letras da URI. 

Hoje, é lamentável constatar que as universidades estão cheias de "doutorezinhos" que não transmitem nada aos alunos, porque não têm nem para si mesmos.

Parabéns, professor Eugênio, pelo teu exemplo. E obrigado.

Um comentário:

Marisete Zanon disse...

Então um Viva ao professor! Na opinião concordo contigo. Há muitos professores que nem se interessam em ensinar, porque na realidade não aprenderam nada.
Um beijo!