17 julho 2012

Concerto com S

de que adiantam
teus coros a quatro vozes
(ou teus choros de quatro modess)
emudecidos pelo vento
(ou endurecidos de cimento)
já tantas vezes
(já tantas fezes)
ou os teus acordes
com cordas
pelos cortes
do pescoço?
concordas?

as notas do teu piano
(de que caem teclas ano a ano)
o Tempo
nem mais nota

à tua partitura
já não cabe nenhum inserto...

Humanidade
(uma flauta na tempestade):
tu não tens concerto

5 comentários:

Albuq disse...

Gostei do trocadilho conserto/concerto! Muito legal!

Nélsinês disse...

Tomei a liberdade de copiar e enviar a um amigo que também é mestre em trocadilhos e jogo de palavras. Com os devidos créditos, é claro!
Abraços! E continues, arauto!

Nadine Granad disse...

Haha... sensacional!!!

Deu para escutar a sinfonia dos martelos ;)

Beijos =)

Ligéia disse...

Muito bom, Reiffer! Faz imaginar sons. Uma linguagem lúdica!
Parabéns!


Um abraço pra você!

Anderson Lopes disse...

É com trocadilhos, concertos e parêntesis que se constrói um belo poema...