08 novembro 2011

Dirigir embriagado é crime. Tudo bem. Mas por que não tornam mais rígidas também as Leis Ambientais?

Querem endurecer as leis, dizem, de proteção à vida. Por isso, aprovaram a Lei do Desarmamento. Eu fui contra. Para mim, não mudaria nada. E a prova está aí. Mudou alguma coisa com relação à violência? O Brasil nunca esteve tão violento. Agora, é considerado crime dirigir embriagado. Certo, tudo bem, não sou a favor da pessoa beber e dirigir, principalmente se a pessoa for viajar. Beber antes de viajar é um absurdo. O problema é que há muitos exageros e pontos controversos nessa lei. E, quase sempre, como tudo no Brasil, são os pobres os que mais pagam. Os filhinhos de papai pagam bons advogados e, geralmente, livram-se das penas.

Mas o que quero falar, aliás, repetir o que já disse aqui, é: Por que não tornam mais rígidas também as Leis Ambientais? Se querem tanto defender a vida... Eu não entendo. E fizeram pior, eles amoleceram as leis ambientais. O Novo Código Florestal não passa de um afrouxamento vergonhoso das leis que protegem a nossa fauna, a nossa flora, a nossa terra. Leis de Trânsito mais duras, Leis Ambientais mais brandas. Querem defender a vida... Ou será que querem defender o bolso? Arrecadar mais com multas de trânsito, e poder explorar e destruir o meio-ambiente com a liberdade (libertinagem) que sempre fizeram. 

Uma pessoa que carrega uma arma que ganhou de herança ou alguém que dirige na cidade com o índice de álcool no sangue levemente acima do permitido pode ser preso. Ok. Agora, um criminoso que devasta quilômetros e quilômetros de floresta virgem, acabando com centenas, milhares de animais, empresas que poluem descaradamente nossos rios, imbecis que infestam de agrotóxicos nossas terras, os cafajestes traficantes de animais, enfim, toda essa corja de destruidores do planeta, quais as penas que sofrem? Pagam uma multinha, quando pagam, e continuam destruindo. Segundo pesquisas do IBAMA, em  mais de 80% dos crimes ambientais, as multas nem chegam a ser pagas. E em mais de 90% dos crimes ambientais passíveis de prisão, os criminosos ou nem chegam a ser presos ou têm a pena comutada e acabam livres. E querem defender a vida...

A legislação ambiental vigente prevê de seis meses a um ano de prisão para quem transporta espécimes da fauna silvestre sem permissão, mas a mesma regra diz, em seu artigo 7º, que o criminoso só ficará detido se for condenado a mais de quatro anos de encarceramento, o que não acontece ainda que a maior pena seja aplicada.


Estão vendo, meus amigos? De 6 meses a 1 ano para quem trafica animais. E a pessoa nunca vai presa. Mas se os senhores forem em um churrasco entre amigos, tomarem duas garrafas de cerveja e vierem dirigindo para casa, coisa que todo mundo faz ou já fez, se houver uma blitz da polícia, os senhores podem pegar até 3 anos de cadeia. 

Lembram daquela empresa de Passo Fundo que jogou toneladas de veneno no Rio dos Sinos, matando toneladas e toneladas de peixes? Ninguém lembra mais, não é mesmo? Pois é, os responsáveis estão em liberdade. E    por aí vai. Há milhares de casos como esse no nosso país. Mas querem defender a vida...


Enquanto isso, o estúpido relator do Novo Código Florestal, o senhor Aldo Rebelo, agora é Ministro dos Esportes, e está lá, tentando "endurecer" o ministério. Mas o Código Florestal ele deixou mais frouxo. E seu partido, cada vez mais de corpo mole no meio da corrupção. O PCdoB. Partido Comunista do Brasil. Tão corrupto quanto PP, Dem, PSDB, enfim, são todos farinha do mesmo saco. O Brasil é mesmo é uma piada. É. E  ponto final.

7 comentários:

。♥ Smareis ♥。 disse...

Excelente texto. Você disse tudo:O Brasil nunca esteve tão violento. O Brasil não tem lei. O dinheiro compra tudo, e quem sofre são as família que perde seus entes querido devido acidentes brutal de pessoas alcoolizada no volante. Os governantes criam as lei que favorecem a eles, e não que ajuda o povo. Teria que ter também leis ambientais bem rígida com certeza. Crimes ambientais deveria ser levado mais a sério. Não acredito nesses partido que diz defensor ambiental.Não vejo fazer nada a respeito. Isso é tudo mesmo uma piada. Beijos e ótima semana.

Camila Monteiro disse...

Concordo plenamente com vc!
Esses dias comentei sei la onde aqui no blogger que temos leis maravilhosas mas ninguem exige que sejam cumpridas. Que adianta?!
Gostei do teu desabafo e apoio!
Beijos

lucass repetto disse...

É e ponto final; mesmo! Não renderei comentários acerca de sua postagem, pois me dilacera o nervo falar deste Brasil e de seus dirigentes (povo também.).

Vampira Dea disse...

Creio que a maioria anda cansada. A corrupção e os crimes acontecem pela quase certeza da impunidade. enquanto isso desastres acontecem por ocupação de terrenos impróprios como o que aconteceu no Rio ou inocentes animais continuam a sofrer somente pela sordidez humana. Texto perfeito.

Anônimo disse...

A maioria das pessoas se preocupa com o desenvolvimento, dinheiro, etc., e esquecem que não sobrevivem sem o equilíbrio da natureza... só vão se dar conta qd a situação ficar preta, daí não vai dar tempo de fazer nada. Não é de um dia para o outro que a natureza se recompõe. Parabéns pelo texto, e obrigada!
Liziane Serafini dos Santos

NVBallesteros disse...

Creo que todo esto seguirá hasta que seamos un mundo con educación.... tan culpable es el cazador como el comprado, sino hubiera mercado todo pararía...

Beso

MIRZE disse...

CONCORDO COM TUDO!

E mais: animais não tem o vício, muito menos dinheiro. Por isso matam em série os pobrezinhos.

Nunca usei droga, nem bebo, mas gostaria de saber se o crack ou a cocaína não tem um efeito pior que a bebida. E para a droga, não há bafômetro.

É tudo tão ridículo nesse país. que
já perdi as esperanças.

Beijos

Mirze