14 março 2011

Sou a Favor do Imbecil Novo Código Florestal

Sim, eu sou. Venho confessar que sou idiota, mas e quem não é? Mais vale ser medíocre, não é mesmo? Afinal, são os medíocres que ganham os melhores salários na política, estão a frente de instituições, fazem sucesso entre o povo, conseguem empregos com facilidade, enfim, essas coisinhas que todos já sabem. 

E quero contribuir com o "debate" que se realizará em Santiago. Deixando meu brilhante ponto de vista mais uma vez. Na verdade, sou tão imbecil que vou repetir algo que já disse aqui, do mesmo jeito, não tenho imaginação para escrever coisas novas. Escrevi o texto abaixo em 13 de abril de 2010. Na ocasião, queria apoiar nosso simpático deputado comunista-capitalista (vejam só que gênio! qual outro homem conseguiria unir de forma tão coerente os dois extremos?), o senhor Aldo Rebelo. Disse o seguinte, do alto de minha estupidez:

"Parabéns, deputado Aldo Rebelo. É de homens ousados como o senhor que o planeta precisa, para morrer o mais rápido possível.
Venho deixar aqui o meu apoio ao seu justíssimo, digníssimo, excelentíssimo projeto de alteração do Código Florestal, que vai anistiar nossos queridos desmatadores e deixar menos rígidas as leis de proteção de nossas florestas (claro, lei tem que ser flexível, frouxa, que é para se adequar aos interesses dos homens que pensam grande, pensam à frente, aqueles que já pensam em desmatar muito mais). Está certo. Mato pra quê? Só pra esconder macacos, gatos pintados e raposas? Tem é que acabar com tudo pra plantar, plantar mais e mais. Isso é desenvolvimento!

Plantar pra vender para os ricos, é claro, não para matar a fome do povo. Como diria o Chico Anísio com seu deputado: "Pobre tem que morrer!" Eu concordo. Ainda bem que veio um deslizamento no Rio e matou um monte de pobres. (Ah, e este ano veio outro e matou ainda mais, ufa! ainda bem!)

Que ninguém nos escute, excelentíssimo deputado (porque têm uns ecologistas chatos de plantão que ficam pegando no seu pé), mas o senhor está muito certo em querer avançar Amazônia adentro, desmatando e plantando e criando gado! O senhor é um desbravador, um herói de nossas terras! Tem a coragem de acabar com aquela floresta inútil para encher o mundo de soja e enriquecer o bolso dos ruralistas.

Eu sempre pensei que tem que se desenvolver a qualquer custo, destruir tudo em nome do progresso."

Isso eu escrevi há quase um ano. Mas durante esse tempo cometi um ato inteligente de que muito me arrependo, sim, afinal, devo honrar minha imbecilidade: EU NÃO VOTEI NO CHICÃO. Foi uma mácula na minha idiotice. Mas tudo bem, terei uma nova oportunidade de reparar meu erro. Ah, e vejam que lindo aquela foto acima? Não é muito mais estético e agradável ver um mato recortado do que tudo só mato, naquela monotonia insuportável? 


2 comentários:

CARLA STOPA disse...

Escancarar as nossas verdades seria a melhor maneira de ser sério...Adorei.

Katia Cristina disse...

Esse cara é um imbecil mesmo!
Eu fui mais idiota que vc e assinei o Amazônia Para Sempre achando que podia fazer diferença.
Onde moro vejo o "progresso" chegar a passos largos e isso está me deixando melancólica.
Já sofri de crise de pânico e passei 1 ano sem nem mesmo colocar o lixo para fora por causa do "progresso" e seus malefícios, drogas, assaltos à residência e etc..
Será que vão deixar algum pedacinho da floresta para eu me esconder?