10 dezembro 2010

" é um cachorro louco..."

Desnecessário apresentar este imenso poeta brasileiro, o genial Paulo Leminski. Até porque já o fiz aqui no blog. Vou deixar que ele se apresente em versos. Dois poemas:


O Paulo Leminski

O Paulo Leminski

é um cachorro louco
que deve ser morto
a pau e pedra
a fogo a pique
senão é bem capaz
o filho da puta
de fazer chover
em nosso piquenique


em matéria...

em matéria
de tino
menino
eu tenho dez

quiser
tenho até
um destino
a meus pés

as flores
são mesmo
umas ingratas

a gente as colhe
depois elas morrem
sem mais nem menos
como se entre nós
nunca tivesse
havido vênus

Paulo Leminski

(Na imagem, o quadro "O Almoço na Relva", de Manet.)

4 comentários:

Zélia Guardiano disse...

Sou simplesmente apaixonada por Paulo Leminski
Muito grata por esta mais do que feliz postagem!
Grande abraço, meu querido

Aмbзr Ѽ disse...

ele é demais. tiro o chapéu.

Mirze Souza disse...

MARAVILHA, Reiffer!

Você é um grande pescador de pérolas.

Beijos, poeta!

Mirze

Tamara disse...

"amar é um elo
entre o azul
e o amarelo"

Adoro Paulo Leminski.
Parabéns pelo blog...adorei =D
já estou seguindo!

depois visite o meu!! =D

beijooo