24 maio 2010

A Tua Vida...

viste para onde
caminha a humanidade?
mesmo não vendo
vai!
caminha com ela:
a humanidade
com toda sua ciência e sabedoria
deu-te agora tudo o que precisas
para viver tua vida...

pega então o verbo dos seus celulares
o caminhar dos seus veículos
o além-espaço das suas tevês
o universal dos seus computadores
a beleza das suas plásticas
o pairar dos seus aviões
o divino das suas engenharias
o paraíso dos seus novos alimentos
o éden das suas novas possibilidades sexuais
o sonhar das suas realidades virtuais
o infinito da sua internet
o eternizar dos seus medicamentos
enfim
pega tudo isso
enfia na tua alma
e preenche o teu vazio...

não tens do que reclamar
não podes dar sequer um gemido!
a humanidade deu-te tudo
o que precisas
para viver...

só faltou...
um sentido.

13 comentários:

Lara Amaral disse...

Humanidade, tão cheia de vazio...

Excelente escrito.

Beijo.

Alberto Ritter Tusi disse...

Massa!

Então, Alessandro, não esqueça de um dia fazer o poema pra música gaucha que falei, a gente tava meio borracho, espero que ainda se lembre hehe, abraço!

Agnes Mirra disse...

Teu poema tem alma,não são versos vazios, por isso é sempre impactante.Refletir sobre o sentido da nossa vida num mundo assim tão cheio de tudo, tudo mesmo,pode por o leitor diante de um crivo de si mesmo, o que pode ser muito caótico, ou não.

Poema brilhante, expressivo, magnificamente bem escrito! Parabéns Amigo, estou muitíssimo orgulhosa de você, e sempre que venho aqui me surpreendo como na primeira vez!

Leticia Duns disse...

Se faz existir sem plenitude... Humanidade que caminha para abismos.

Onde a turba vai, vamos todos, triste e ditado fim.

Linda poesia !

Beijos
Le.

Laysha Vampira disse...

Gostei muito do blog. Parabéns!
Vou linkar e indicar,conteúdo muito interessante.

Fique a vontade para uma visita ao meu blog... isso é sim um convite! rsrs.

Beijos sangrentos da vampira Laysha.

Richard Mathenhauer disse...

Bravo!

Só nos falta o sentido.

Abraços,

Sandra Botelho disse...

E tudo é tão sem sentido...
bjos achocolatados

Úrsula Avner disse...

Olá meu caro poeta, poema de tema forte, intenso que suscita reflexões importantes sobre a complexidade humana e o sentido da vida. Obrigada por sua visita e gentil comentário. Um abraço.

Priscilla disse...

Isso aqui é assaz muito bom.
Um anacronismo muito atual.
A forma como escreve difere da "leveza corriqueira" dos blogs por aí...

Anônimo disse...

Excelente! Só nos falta sentido para viver.
Eu te acompanho sempre e confesso que teus versos impactantes.

abçs
Dora

Ana Lucia Franco disse...

Um primor de poema, Reiffer..

Gostei da foto do perfil. Teu olhar é muito penetrante. Magnífico.

abrs!

Fernández disse...

Muito bem estruturado o teu poema, desde a escrita até o conteudo...
Realmente, muitas pessoas vivem sem ao menos seber pq.

Muito bom!

Vampira Dea disse...

Só nos resta caminhar, o mal é que o caminho não me parece muito bonito.