18 maio 2010

Poeta é Aquele que Não Descansa

o poeta vive cada momento
não por viver cada momento
mas para vivê-lo e usá-lo:
poeta é aquele
que tudo que vive
vive com segundas intenções...
utiliza tudo na vida
como combustível de versos:
cada momento ao poeta
são infinitos universos

por isso é que o poeta trabalha
enquanto os outros vivem:
o poeta é um vagabundo
que trabalha 24h por dia:
enquanto dorme
deve lembrar do sonho e pesadelo do sono
e se acordado
deve sentir o sonho e pesadelo da vida
ao poeta não há saída

poeta é aquele que nunca descansa:
há que sentir na manhã na tarde e na madrugada:
deve extrair tudo de tudo que vive
mas não pode esperar nada de nada

12 comentários:

Sonhadora disse...

Meu querido amigo
Como sempre um encontro com a poesia maravilhosa que escreve.

poeta é aquele que nunca descansa:
há que sentir na manhã na tarde e na madrugada:
deve extrair tudo de tudo que vive
mas não pode esperar nada de nada

É mesmo isso

Deixo Beijinhos
Sonhadora

Leticia Duns disse...

Ser poeta é esconder-se da realidade mesmo falando sobre ela, é fazer do sonho algo tocável instantaneamente e fazer da vida surrealidade infinita.

Realmente nunca descansa, por isso esses tais de poetas nunca sabem se viveram ou sonharam, se falaram ou escreveram, se fizeram ou imaginaram.

Tem que ser mais de um (interiormente) para ser poeta, força de vários para seguir acordardado e mãos de vários para poetizar relatos vividos ou esperados.

Poeta viaja sim nesse mundo de possibilidades e realidades mesmo que ilusóricamente transforma corações carentes. Quer mais melancolia que a de um poeta nato? Enfim...

Aos poetas, força para viver (ou não) em mundos reais e inventados...

Linda poesia, adoro sempre tuas palavras !

Beijos

Lara Amaral disse...

É bem isso mesmo, sonhando ou acordado, o poeta aproveita de todos os elementos da vida.

Incrível poema, gostei muito!

Beijos.

Tatiane Lemos disse...

Nossa, que lindo o poeta tem sentimentos mais profundos e nem por isso fica sem força! Sabe ter seus momentos de fragilidade, mas a palavra do poeta é poderosa!

Bj

Joel Vieira disse...

"...poeta é aquele
que tudo que vive
vive com segundas intenções..."

Esse verso é bem verdade.
Não se vive, sim trabalha.
Tudo pode ser motivo para inspiração e consequente produção de poesia.

Abraços !

Robson Schneider disse...

Acho que tenho alma de poeta embora não faça poesias hehehe.E tambem acho que os poetas usufruem de tudo com um poder inerente a eles... coisas que simples mortais vêem como lugar comum e banalizam.

Abraços Alessandro!

Ana Lucia Franco disse...

Reiffer,

Tradução excelente do ofício do poeta, que "faz amor com o mundo", segundo Rubem Braga. Mesmo quando não parece amor, é amor..

Bem por aí..

bjs.

Sandra Botelho disse...

O poeta é você na maior expressão da palavra.
Bjos achocolatados

Luz disse...

Definição sublime do poeta.
Gosto de ler-te.
Bjs

LIFE Graciela Bacigalupe disse...

excelente descripción de un poeta!Y que gran poeta!Mi respeto y admiración...sabes que si traduzco con google no se entiende nada ya que desvirtúa tu poesía. Sinceramente no entiendo como sin saber portugués puedo leerte y saber el significado...es la magia de tus letras...otra explicación no encontré...Abrazos!!!

Zélia Guardiano disse...

Meu querido

Lindíssima a sua poesia que traduz, perfeitamente,
esse ofício de fazer versos.
Realmente, o trabalho é árduo. Não há, mesmo, um instante de descanso.
Veja você: são três horas da madrugada e acabo de acordar com uma idéia na cabeça...Já vou lavorar...:)))

Sua visita foi uma honra para mim! Encontrá-lo entre meus seguidores, então...
Estou felicíssima com este encontro!
Muito grata!

Um grande abraço.

Agnes Mirra disse...

Ler esse poema me vez voltar no tempo,numa época onde usei pessoas, coisas e tudo mais que estivesse em minha volta, para sentir e assim escrever. A sensação era confusa, ora me sentia bem, ora me sentia como uma Vampira!srr! Mas valeu cada momento!

Adorei ler cada linha desse Poema!