25 março 2010

Nestlé Devastando Florestas Tropicais


Que a Nestlé é uma das maiores empresas alimentícias do mundo todos sabem. Porém, poucos são os que sabem que ela está envolvida na destruição de florestas tropicais na Ásia, particularmente nas da Indonésia. Por que será que a grande mídia não divulga tal fato no Brasil? Grandes são as manifestações na Europa para que a Nestlé pare de comprar óleo de palma de plantações que se proliferam conforme as florestas tropicias do Sudeste Asiático são devastadas.

Sim, é exatamente isso que acontece. As florestas da Indonésia e do outros países estão sendo varridas do mapa para a plantação de palmas que produzem óleo para chocolates, do qual a Nestlé é a maior compradora. Ou seja, estamos comendo chocolate à custa do massacre de uma das maiores, mais ricas e mais importantes florestas tropicais do mundo.

Até o ano passado, este mesmo óleo era comprado pela Unilever para a fabricação do sabonete Dove. A pressão foi tão grande sobre a empresa na Europa que ela anunciou no final do ano passado que rompeu com os plantadores de palma da Indonésia. Mas a Nestlé continua.

A Nestlé, que tem como seu símbolo um ninho com pássaros... Que ironia... Quantos milhões de ninhos e pássaros será que a Nestlé já ajudou a destruir pelas florestas do mundo afora? Seria cômico, se não fosse trágico.

Todos falam na preservação da Amazônia. Mas só a Amazônia? E as outras florestas? As outras podem ser destruídas? Ainda temos 80% da Amazônia. Deveríamos ter quase 100%. Mas das florestas tropicais da Indonésia, de uma exuberância tão imensa quanto a amazônica, restam apenas 50%. É uma das florestas de maior biodiversidade do planeta, sua biodiversidade animal é ainda maior que a da Amazônia. É o onde vive, por exemplo, o orangotango, cada vez mais ameaçado de extinção, para que os seres humanos tomem banho com sabonetes de luxo e comam chocolates mais cremosos.

De minha parte, não comprarei mas produtos Nestlé, não até que tenha certeza que a multinacional não esteja mais comprando óleo de áreas de florestas devastadas. Se é que é possível ter tal certeza... E seria demais pedir aos leitores que também não consumam mais produtos Nestlé? É, talvez seja...

Até quando o homem se empenhará ao máximo para tornar a Terra um inferno? Até o dia em que a natureza dizer basta. E ela já pronuncia o "b"... A salvação do planeta é o fim da humanidade...

(Na imagem, o contraste nítido entre a floresta intocada e a área destruída devido à plantação de palmeiras para a produção de óleo na Indonésia.)

4 comentários:

Ju Fuzetto disse...

O homem destrói o bem mais precioso que possui!!!


abraço amigo

Anônimo disse...

Impossível não consumir nenhum produto Nestlé! A empresa possui mais de 10 mil produtos à venda, é lider em muitos segmentos de mercado e a qualidade é incontestável. Concordo que não podemos destruir o planeta em que vivemos, que temos que nos preocupar (e muito, e rápido) com a sustentabilidade, mas daí a parar de consumir os produtos Nestlé já é demais. Como vc mesmo disse, como podemos ter certeza da origem dos insumos utilizados pela Nestlé no processo produtivo?

A. Reiffer disse...

Realmente talvez seja impossível não consumir nenhum produto Nestlé, mas é possivel não consumir os chocolates Nestlé, que é onde é usado o óleo de palma. Lembremos também que o Greenpeace, o WWF e outras ongs em defesa do meio-ambiente estão sempre fiscalizando o que dizem as empresas sobre a origem de seus produtos. Quando tais ongs afirmarem que a Nestlé deixou de comprar óleo de palma da Indonésia, então creio que poderemos voltar a consumir seus chocolates.

Karin disse...

Uma amiga e eu falávamos da LÓréal e da Natura e da testagem de produtos cosméticos em bichos, quando ela disse que não deveríamos mais ter que nos preocupar com isso, pois deveríamos viver num mundo em que esse tipo de coisa não ocorresse mais. Deveríamos. Porém as empresas são ardilosas, exigindo nossa constante preocupação e o boicote de produtos muitas vezes vendidos como "sustentáveis". Postura cansativa, sim, mas necessária.