25 janeiro 2010

Imortal

imortal
amor
amor tal
amoral
mal

amortal
imorre douro
que morre
sem ouro

imoral
não d’ouros
não duras
aah amor tal
amor tão...
em vão...
aah!
ah mortal!

3 comentários:

Ju Fuzetto disse...

Impecável!!!

abraço

M. D. Amado disse...

Não imagina o quanto isso serve pra mim hehehe... Muito bom cara!

Johnatan Diego de S. Gomes disse...

Boa construção!
Rimas não são bandidas!