26 julho 2009

O Poema Pior

que fosse o poema mais sombrio
transbordante de todo escuro
dos negros futuros humanos
que fosse o poema pior
o mais mal dito
o mais mal feito
desprezado e mal falado
que não arranque nenhum sorriso
de prazer ou de beleza
que não traga nenhum efeito
de moderno ou de verdade
aquele que se tu tens febre
torne ela ainda maior
cheio de tudo que perdeste
pleno do nada que viveste
um frasco de palavras com veneno
quero um poema que te faça mal
que se vire a cara
que se feche o livro
que se não aceite
com risinhos de deboche
um poema antipático
feio de amargura e de cansaço
um poema onde se estampe
a pequenez da humanidade
e a imensidão do seu fracasso

5 comentários:

Cristiane Machado disse...

Nossaaa.... que negativo!
Mas como sempre né amigo, até no mais simples dos poemas tu o faz bem.
Beijinhos.

Davi Machado disse...

Bom, não vejo negatividade em poesia, e na tua só vejo talento!
fazes bem o que poucos tem coragem de fazer, por isso o admiro!

Micheli Pissollatto disse...

O título deveria ser 'O Poema Perfeito'!

jls disse...

Belíssimo poema!!! E sinceramente, se era para esse poema fazer mal,sinto muito desapontá-lo !!! :) mas esse "frasco de palavras com veneno" é realmente saboroso..!! Parabéns o/

Äмbзr Gïrℓ ⅞ disse...

o pior poema pode esconder o sentimento mais dificil de ser descrito. é uma maravilha ler algo forte assim.

que nem uísque.

Blog Suicide Virgin