19 junho 2009

Elementar

se tu me chamas
em mar de chamas
eu mergulho em febre
afogueado
ao teu mar de fogo
em meus incêndios d'águas
como um fogoethe ao céu
refletido em lagos
me werthe sangue
ao afoguear-me insano
em teus profundos olhos

se
há fogo
me
afogo

2 comentários:

Marcus Vinícius Manzoni disse...

Esse poema é elementar! Lindo demais. Belos trocadilhos, meu amigo. Um abraço!

Soturna Noite disse...

Muito bom! "Meus pêsames" também! O Blog está cada vez melhor!