06 abril 2009

Dor-me

dor mir...
esquecer-me da dor
nos mares mornos da morte
recordar-me de mim
nos dentes-deleite que mordem
que martelam de sonos
nos confins de astros de marte
de amarte
nas asas de um corvo-condor
minha alma de amar amarguras
em mar de noites procura
as chaves dos olhos de lua
que dormem em teu rosto que sonha...
...dor em a dor-me ser
que tu dormes
na minha tristeza de cosmos
e os que pensam
dirão que sou-me insensato
e os que agem
dirão que fujo do mundo
mas eu só
sonho
no que me deixas
Sonho
em que me beijas

2 comentários:

Micheli Pissollatto disse...

Simplesmente lindo!

Carla disse...

"e os que agem
dirão que fujo do mundo
mas eu só
sonho"

Intenso.